Lusa vence o Bangu por 3 a 0

Fonte: Globo Esporte.com

a quase eliminação à liderança do seu grupo. A Portuguesa foi do inferno ao céu na noite deste sábado, ao derrotar o Bangu por 3 a 0, no Canindé, pela quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa os paulistas muito próximos da classificação à próxima fase.

O placar fez a Lusa saltar da lanterna para a primeira posição do Grupo A13, com sete pontos, mesma pontuação do Bangu. Porém, o time dirigido por Mauro Fernandes – que venceu a primeira desde que assumiu no lugar de Estevam Soares – tem melhor saldo de gols: dois positivos, contra um negativo dos cariocas.

Em seguida na chave, vêm Villa Nova-MG e Desportiva Ferroviária, que se enfrentam neste domingo, em Minas Gerais. Os dois somam cinco pontos cada. Ou seja, para a Portuguesa fechar a quinta rodada no topo do grupo, não pode haver vencedor neste duelo. Se isto acontecer, a Lusa poderá até mesmo jogar pelo empate na rodada decisiva e derradeira para carimbar sua vaga – classificam-se os 17 líderes de cada chave mais os 15 melhores segundos colocados.

Lance de Portuguesa x Bangu no Canindé (Foto: Divulgação/Bangu)

No domingo que vem, dia 25, a Lusa vai até Cariacica, no Espírito Santo, para enfrentar a Desportiva Ferroviária. Já o Bangu volta a jogar em seu estádio, em Moça Bonita, no Rio: recebe o Villa Nova-MG. As duas partidas serão às 18h (de Brasília).

O jogo
Como se a difícil situação na Série D já não fosse motivo suficiente de dor de cabeça para o técnico Mauro Fernandes, ele ainda precisou ajeitar a equipe em meio a uma debandada de atletas. Nas últimas semanas, ao menos seis pediram para se desligar do clube, sendo o meia Leandro Domingues, camisa 10 da Lusa, o mais importante – também saíram Bruno Xavier, Tárik, Vinicius Gouveia, Thiago Feltri e Jonathan Lima.

Mas o time, surpreendentemente, fez sua melhor exibição nesta Série D e resolveu a parada em menos de 15 minutos, quando Luizinho e Fernandinho já haviam feito um gol cada. No segundo tempo, Luiz Thiago marcou o terceiro e garantiu a vitória da equipe da casa, que vinha de três tropeços (duas derrotas fora e um empate no Canindé).

Fonte: Globo Esporte.com