Portuguesa é processada por seus próprios conselheiros, Estádio vai à leilão novamente

A Portuguesa tem mais problemas extra-campo para resolver, de acordo com o colunista Jorge Nícola, o estádio da Portuguesa voltará a ser leiloado dia 4 de setembro.

O motivo? Conselheiros da própria Portuguesa entraram na justiça para receber empréstimo feito no valor total de R$6 milhões.

Joaquim Justo dos Santos e Carlinhos Duque, juntamente com o Banco Luso Brasileiro S.a deram início ao processo judicial em 27/04/2015 e está no TJSP. Nas últimas movimentações, o nome do Banco Luso Brasileiro não aparece mais nos autos, apenas dos dois Conselheiros, em contra partida, são citados aleḿ do clube, Joaquim Alves Heleno (falecido este ano em junho), Tiago de Moraes Barcellos, Marcus Vinicius de Souza Ozias, Rogério Pinheirros dos Santos e Orlando Cardoso.

“Estou tentando resolver essa questão, mas não está fácil”, explica o presidente rubro-verde, Alexandre Barros para a coluna de Jorge Nícola.

Abaixo seguem links das duas últimas movimentações registradas no jusbrasil:

https://www.jusbrasil.com.br/diarios/documentos/468240139/andamento-do-processo-n-0146252-6120038260100-12-06-2017-do-tjsp?ref=topic_feed

https://www.jusbrasil.com.br/diarios/documentos/471029399/andamento-do-processo-n-0146252-6120038260100-22-06-2017-do-tjsp?ref=topic_feed

Futuro da Portuguesa será definido em audiência trabalhista no dia 12

Fonte: Globo Esporte

Portuguesa x Villa Nova-MG no Canindé (Foto: Divulgação)

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo marcou para o dia 12 de julho uma audiência que pode definir o futuro da Portuguesa. A advogada Gislaine Nunes, em nome de seus clientes, cobra do clube R$ 55 milhões em ações trabalhistas. E a própria Gislaine oferece uma alternativa ao clube: a cessão do Canindé para um grupo de investidores apresentado por ela.

– Se a Portuguesa não topar meus investidores, eu não vou aceitar nenhum outro acordo – disse Gislaine ao GloboEsporte.com nesta segunda-feira.

Os investidores apresentados por Gislaine são as construtoras Planova e Conexão 3. Genericamente, as empresas assumiriam a dívida trabalhista do clube e reformariam o Canindé, em troca da oportunidade de explorar as instalações e o estádio do clube.

O presidente da Portuguesa, Alexandre Barros, foi procurado pela reportagem, mas não atendeu aos telefonemas e nem respondeu às mensagens enviadas. Assim que o clube se manifestar, esta notícia será atualizada.

Dentro de campo, a Portuguesa foi eliminada da Série D do Campeonato Brasileiro, e agora prepara uma reformulação no elenco para a disputa da Copa Paulista. O veterano meia-atacante Marcelinho Paraíba, de 42 anos, foi contratado.

A Portuguesa precisa vencer a Copa Paulista para obter uma vaga na Série D de 2018. Caso fracasse, o clube ficará fora de competições nacionais no ano que vem.

MF 1 SÃO PAULO/SP – 11/04/2014 – ESTÁDIO / CANINDÉ / PORTUGUESA – ESPORTES – Estádio do Canindé ( Portuguesa ). FOTO: MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Fonte: Globo Esporte