Tudo como dantes no quartel de Abrantes!

Quem acompanha a Portuguesa, sem dúvida ouviu essa frase na voz do Presidente Alexandre Barros, então jornalista e comandante da equipe líder.

Este chavão era usado, “com razão” por Alexandre sempre que a lusa tinha um mal resultado ou tivesse algum acontecimento que fosse ruim para o clube de modo geral.

Com a eleição de Alexandre a torcida lusa se encheu de esperança, pois o discurso de Alexandre sempre foi muito duro com todos os ex presidentes e por várias vezes chegou a pedir a renúncia de Da Lupa, Ilídio Lico, Jorge e Zé Luiz.

Os presidentes eram chamados de incompetentes, paraquedistas, aventureiros pois vai.

Depois de seis meses à frente da Portuguesa, Alexandre parece ter esquecido tudo o que críticava em seus antecessores e vem repetindo sistematicamente os mesmos erros cometidos por eles.

 

Encheu o busão:

Contratou vários jogadores desconhecidos, muitos foram dispensados sem nunca sequer jogar uma partida oficial pela portuguesa.

 

Três comissões técnicas em seis meses:

Começou errado, contratando Tuca Guimarães, um técnico sem experiência e com vários rebaixamentos em sua curta história profissional, para montar o elenco que seria a base da temporada mais importante da história da Portuguesa.

Demorou para reconhecer o erro e trocar a comissão técnica, quando resolveu trocar errou novamente, trouxe Estevam Soares, um profissional sem conquistas em seu currículo e desatualizado em relação ao mercado. Por pouco a Portuguesa não foi rebaixada na A2 do Paulista, sendo salva na última rodada pelo Bragantino, uma partida vergonhosa da equipe Lusa em Piracicaba na última rodada, onde claramente o time tirou o pé no segundo tempo.

Quando todos esperavam a troca da comissão técnica e a saída de alguns atletas que claramente não eram comprometidos com a camisa e a história da Portuguesa, casos de Tarik e Luizinho por exemplo, Alexandre errou mais uma vez, mantendo a comissão técnica e fazendo um esforço muito grande pra renovar o contrato do craque Tarik.

Na segunda rodada da série D, o campeonato mais importante para a sobrevivência da Portuguesa, Alexandre percebeu novamente seu erro e resolveu trocar a comissão técnica mais uma vez durante o campeonato.

Foi aí que chegou Mauro Fernandes, outro erro do presidente da Portuguesa, pois o treineiro estava a dois anos fora do mercado e seus últimos trabalhos tiveram como resultado rebaixamentos em times de menor expressão no cenário nacional.

Muita coisa aconteceu, dispensa de jogadores durante a competição, chegada de outros atletas sem expressão nenhuma, problemas de relacionamento dentro do elenco, jogadores pedindo pra sair, igrejinha, panelinhas, tinha tudo pra dar errado…

 

E deu!

Portuguesa perdeu para o Desportiva por 1 a 0 e deu adeus à Série D 2017 – Imagem: Globo Esporte | Clique na foto para ampliar

A Portuguesa não passou da primeira fase na série D, ocupando a vergonhosa última colocação, mesmo tendo a maior folha de pagamento do grupo.

Para se ter uma ideia a folha de pagamento do Vila Nova é em torno de um terço do que a Portuguesa gasta com o departamento de futebol.

Ainda tem a interdição do estádio do Canindé, quando a Portuguesa jogou de portões fechados contra o Vila Nova.

A velha e recorrente mania de todos ex presidentes da Portuguesa de colocar a culpa nas administrações anteriores.

A falta de força politica do presidente, que não consegue emplacar o acordo com a advogada Gislaine Nunes e a tão esperada parceria com o terreno do Canindé, Alexandre não consegue sequer quorum mínimo para que as reuniões do conselho e cof sejam realizadas para discutir esses assuntos tão importantes para o futuro da Portuguesa.

A velha tatica de culpar a torcida pelos maus resultados, assim como faziam seus antecessores.

Alexandre Barros é um apaixonado pela Portuguesa!

Isso ninguém pode duvidar, mas só isso não é o suficiente.

É preciso reconhecer seus erros, corrigi-los, admitir que não é unipotente e colocar alguém capacitado para cuidar do futebol da Portuguesa, administrativamente, Alexandre conseguiu mudar algumas coisas no Canindé, salários em dia, acordo com os atletas dispensados.

Mas no futebol nada mudou!

A Portuguesa precisa de um vice de futebol, não dá para o presidente cuidar do clube, parcerias, assuntos jurídicos e ainda querer ser o vice de futebol.

Tem que ter alguém que conheça a cabeça dos atletas, alguém que viva o dia a dia do vestiário.

Estamos fora do do cenário nacional e sem calendário para 2018.

Para voltar a crescer a Portuguesa precisa que Alexandre Barros seja diferente do que ele tanto criticou.

A Portuguesa precisa de profissionalização!

 

Queremos a nossa Lusa de volta!

Lusa vence o Bangu por 3 a 0

Fonte: Globo Esporte.com

a quase eliminação à liderança do seu grupo. A Portuguesa foi do inferno ao céu na noite deste sábado, ao derrotar o Bangu por 3 a 0, no Canindé, pela quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa os paulistas muito próximos da classificação à próxima fase.

O placar fez a Lusa saltar da lanterna para a primeira posição do Grupo A13, com sete pontos, mesma pontuação do Bangu. Porém, o time dirigido por Mauro Fernandes – que venceu a primeira desde que assumiu no lugar de Estevam Soares – tem melhor saldo de gols: dois positivos, contra um negativo dos cariocas.

Em seguida na chave, vêm Villa Nova-MG e Desportiva Ferroviária, que se enfrentam neste domingo, em Minas Gerais. Os dois somam cinco pontos cada. Ou seja, para a Portuguesa fechar a quinta rodada no topo do grupo, não pode haver vencedor neste duelo. Se isto acontecer, a Lusa poderá até mesmo jogar pelo empate na rodada decisiva e derradeira para carimbar sua vaga – classificam-se os 17 líderes de cada chave mais os 15 melhores segundos colocados.

Lance de Portuguesa x Bangu no Canindé (Foto: Divulgação/Bangu)

No domingo que vem, dia 25, a Lusa vai até Cariacica, no Espírito Santo, para enfrentar a Desportiva Ferroviária. Já o Bangu volta a jogar em seu estádio, em Moça Bonita, no Rio: recebe o Villa Nova-MG. As duas partidas serão às 18h (de Brasília).

O jogo
Como se a difícil situação na Série D já não fosse motivo suficiente de dor de cabeça para o técnico Mauro Fernandes, ele ainda precisou ajeitar a equipe em meio a uma debandada de atletas. Nas últimas semanas, ao menos seis pediram para se desligar do clube, sendo o meia Leandro Domingues, camisa 10 da Lusa, o mais importante – também saíram Bruno Xavier, Tárik, Vinicius Gouveia, Thiago Feltri e Jonathan Lima.

Mas o time, surpreendentemente, fez sua melhor exibição nesta Série D e resolveu a parada em menos de 15 minutos, quando Luizinho e Fernandinho já haviam feito um gol cada. No segundo tempo, Luiz Thiago marcou o terceiro e garantiu a vitória da equipe da casa, que vinha de três tropeços (duas derrotas fora e um empate no Canindé).

Fonte: Globo Esporte.com

Lusa anuncia relacionados para jogo de vida ou morte

A Portuguesa anunciou hoje os jogadores relacionados para a partida de amanhã (17/06) contra o time do Bangu-RJ.

Com várias mudanças por recisões e a contratação de quatro novos reforços, os 11 iniciais terão grandes mudanças.

A Portuguesa relacionou 7 atacantes, sendo que muito é provavel que Marcelinho Paraíba atue no meio-campo no lugar do Leandro Domingues que foi para o japão. Com tantos atacantes assim, o mínimo que a torcida espera é um time ofensivo, pressionando o time adversário no campo de ataque e jogando para vencer, mas é algo de se duvidar olhando o perfil e histórico retranqueiro do técnico rubro-verde.

A partida deste sábado é de vida ou morte, qualquer resultado diferente da vitória sela a eliminação precoce da Portuguesa na Série D e o fim da Portuguesa em cenário Nacional.

Confira os relacionados para a partida:

Goleiros: Douglas e Ricardo Berna

Laterais: Alanderson, Amaral, Mateus B. e Paulo Fernando

Zagueiros: Gabriel, Bruno Oliveira e Everton

Meio campistas: Dinho, Dedé, Jonatas Paulista e Mateus Sales

Atacantes: Claudio, Luiz Thiago, Luizinho, Marcelinho Paraíba, Fernandinho, Adilson e Bruno Duarte

Torcedores da Lusa de arquibancadas e cadeiras entrarão pelo portão 7 no jogo de sábado

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

No próximo sábado (17), para a partida entre Portuguesa e Bangu-RJ, que acontece no estádio do Canindé, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro da Série D, haverá um esquema especial para o acesso dos torcedores.

Devido a evento que será realizado na piscina social do clube, a entrada dos torcedores com ingressos de arquibancadas e cadeiras será realizada APENAS pelo portão 7 de pedestres, localizado na rua Azurita.

Pelo portão 3, localizado na Rua Comendador Nestor Pereira, SOMENTE haverá a entrada dos torcedores com ingressos de tribuna.

ATENÇÃO:

Para o público que comparecerá no evento da festa junina: entrada pelo portão 7 e APENAS pelo lado direito do portão 3.

Para o público que comparecerá no evento na piscina social do clube: entrada APENAS pelo lado esquerdo do portão 3 .

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

Portuguesa inicia a venda de ingressos para o jogo contra o Bangu-RJ no Canindé

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

Os ingressos para a partida da Lusa no Campeonato Brasileiro da Série D contra o Bangu-RJ que acontece na noite de sábado (17), às 19h, no Canindé, já estão à venda na Secretaria do Clube.

Confira os valores:

ARQUIBANCADA (Inteira) ……………………………………………………….. R$   20,00

ARQUIBANCADA (Meia) …………………………………………………………. R$   10,00

CADEIRA (Inteira) ………………………………………………………………….. R$   40,00

CADEIRA (Meia) …………………………………………………………………….. R$  20,00

TRIBUNA (inteira) …………………………………………………………………….R$  60,00

TRIBUNA (meia) ………………………………………………………………………R$  30,00

É OBRIGATÓRIA A APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO COMPROBATÓRIO PARA AQUISIÇÃO DA MEIA ENTRADA, TANTO NA COMPRA DO INGRESSO (BILHETERIA) QUANTO NA ENTRADA DO ESTÁDIO (CATRACA).

POR DETERMINAÇÃO DA LEI 14.590 É OBRIGATÓRIA A IDENTIFICAÇÃO DO COMPRADOR DO INGRESSO.

COMPAREÇA MUNIDO DO DOCUMENTO DE IDENTIDADE.

EVITE FILAS, ADQUIRA SEU INGRESSO ANTECIPADAMENTE!

POSTOS DE VENDAS

SECRETARIA DO CLUBE (APENAS TORCIDA DA PORTUGUESA).

Venda de ingressos para torcida adversária: somente no sábado (17) a partir das 17h (na bilheteria da Marginal).

Informações através telefone: 2125-9400.

Vendas pela internet: www.bilheteriadigital.com.br

NÃO COMPRE INGRESSOS FORA DAS BILHETERIAS OU POSTOS AUTORIZADOS

SÓCIO-TORCERDOR

Não deixe de incentivar a Portuguesa e faça agora sua adesão ao programa sócio torcedor “Eu Torço Junto“, que garante acesso ao estádio nas partidas da Lusa em casa e ainda um amplo clube de vantagens.  Acesse o site www.eutorcojuntolusa.com.br e escolha o melhor plano para você e sua família.

Importante: as crianças que quiserem entrar com os jogadores no jogo, será obrigatório estar meia hora antes do início da partida em frente ao vestiário profissional devidamente uniformizados com a camisa da Portuguesa, meião, calção e tênis. Só entram no gramado, crianças com até 10 anos.

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

Portuguesa precisa vencer ela mesma para continuar existindo

A Portuguesa chegou no momento mais importante de toda a sua existência neste mês de junho. Ouvimos esta frase todos os anos, mas nunca foi tão real como desta vez. Uma eliminação nesta série D é o fim da existencia da Portuguesa no cenário nacional por menor que seja. Isso tudo é falar mais do mesmo, mas a Lusa precisa vencer não só o adversário, mais do que nunca a Portuguesa precisa vencer ela mesma nestes dois jogos que faltam da primeira fase da quarta divisão do Campeonato Brasileiro.

Torcida da Lusa – Foto: Divulgação

Parece que só a torcida enxerga a importância deste campeonato para a sobrevivência de uma instituição quase centenária e tão tradicional no cenário esportivo brasileiro. Jogadores com vaidade de jogador de série A, parecem não entender que o fim da Portuguesa não é ruim só para a Portuguesa, como também é ruim para eles, imaginem só você ter em seu currículo, acabar com um clube do tamanho que a Lusa tem. Diretores, cardeais, conselheiros, parecem não se importar com nada disso, brigando sempre e cada vez mais pela miséria que sobrou da Portuguesa.

A diretoria, que chegou prometendo transparência, que criticava ferozmente todas as outras diretorias e suas atitudes, caiu nas mesmas ações, não há transparência, a omissão chegou ao desrespeito com o torcedor de não fazer nem o mínimo das obrigações burocráticas e praticamente proibir a torcida de ver seu clube do coração ao não conseguir o laudo do Canindé em tempo hábil. O torcedor nunca se viu tão no escuro de informações da equipe, por culpa da própria direção.

Mas nada disso importa neste momento, a Portuguesa mais do que nunca, precisa de união de todos e não é da torcida não, é de lá de dentro, Jogadores, comissão técnica, staff, diretoria, opositores, é o momento de todos se unirem e deixarem de lado qualquer birrinha e jogar com “sangue no zóio” seja dentro ou fora de campo pela existência da única coisa em comum que temos, a Portuguesa de Desportos.

Pedimos aos jogadores que nestes jogos que faltam, se unam e façam o bem não só para a torcida ou para o clube, para vocês mesmos, é a carreira de vocês em jogo! Ou preferem ser lembrados pelo fim de uma equipe tão querida e gloriosa? Pedimos à diretoria que arregacem as mangas de uma vez por todas, cumpra as promessas feitas, vocês também serão lembrados!

 

Em busca da reabilitação, Mauro Fernandes faz mudanças na Portuguesa

Fonte: Futebol Interior

A má notícia para o comandante, é que o atacante Guilherme Queiroz corre o risco de disputar apenas um jogo na competição nacional.

Em busca da reabilitação após duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro da Série D, a Portuguesa se prepara para enfrentar o Villa Nova-MG, nesse sábado. Antes do treino dessa terça-feira, o técnico Mauro Fernandes conversou com todo o elenco durante uma hora e depois, testou diversas mudanças no time titular da equipe. A única má notícia para o comandante, é que o atacante Guilherme Queiroz corre o risco de disputar apenas um jogo na competição nacional.

Contratado para resolver os problemas ofensivos rubro-verdes, o atacante tem vínculo com um clube de Portugal. Com isso, para ser inscrito, é necessário aguardar a abertura da janela de transferências internacionais, que acontece no dia 20 deste mês. Após essa data, a Lusa faz apenas uma partida na primeira fase, no dia 25, diante da Desportiva Ferroviária, fora de casa. Então, caso o time paulista não avança, ele só poderá jogar uma partida.

Para tentar resolver a questão, a cúpula a rubro-verde tentou convencer a diretoria do São Bento a prorrogar o empréstimo com o atacante. Com isso, o negocio não seria internacional e o clube do interior somente repassaria o jogador para a Lusa. No entanto, o pedido do time da capital não foi aceito pelo time do interior.

POR OUTRO LADO
Apesar da baixa, o comandante da Lusa prepara a sua equipe em busca da reabilitação. Tanto que nessa terça-feira, fez várias mudanças no time titular durante o treino. A grande novidade fica por conta do meia Paulo Petit, que deve ganhar chance entre os 11 para estreiar com a camisa da Portuguesa. Enquanto isso, os advogados do clube estão próximos da liberação do estádio, pois a próxima partida está programada para ser de portão fechado. O jogo acontece nessa sexta-feira, diante do Villa Nova-MG, às 19h.

Fonte: Futebol Interior

Portuguesa perde mais uma e cai para a lanterna do grupo na Série D

Fonte: Globo Esporte.com

A Portuguesa perdeu a segunda partida em três disputadas na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, jogando em Nova Lima (MG), a Lusa acabou derrotada pelo Villa Nova, por 2 a 1, e caiu para a última posição de seu grupo.

A partida marcou a estreia do técnico Mauro Fernandes, anunciado na última terça-feira no lugar de Estevam Soares, que deixou o comando da equipe do Canindé após somente 12 partidas no cargo.

Os mineiros abriram vantagem ainda no primeiro tempo, com gols de Bruno Moreno e Gilberto Carrara. A Lusa descontou na etapa final, com Bruno Duarte.

Com três pontos ganhos em nove disputados, a Lusa tentará se reabilitar no torneio na próxima sexta-feira, às 19h (de Brasília), no Canindé, quando receberá a visita justamente do Villa Nova. O Bangu, que perdeu em casa para a Desportiva Ferroviária-ES, lidera o Grupo A13, com seis pontos.

Fonte: Globo Esporte.com

Mauro Fernandes é o novo técnico da Lusa

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

Na noite dessa terça-feira (30), a direção da Portuguesa acertou a contratação do novo treinador de futebol para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série D. Trata-se de Mauro Fernandes.

“É uma honra e uma grande satisfação ter assinado com a Portuguesa. Ela é um clube de tradição e não pode ficar em divisões inferiores do futebol nacional. Estou muito feliz e disposto a dar o meu melhor para conquistarmos o acesso à Série C. Já trabalhei com alguns atletas do elenco e temos qualidade para fazer um bom trabalho”, disse o treinador.

Com Mauro Fernandes, também foi contratado o auxiliar técnico Luiz Henrique.

O novo comandante assume o time na quarta-feira (31) no Centro de Treinamento do Parque Ecológico do Tietê, onde será apresentado ao elenco e já inicia os trabalhos.

Mauro Fernandes da Silva, tem 63 anos, teve passagens por equipes importantes do futebol brasileiro, como Sport Recife, Goiás, Botafogo-RJ, Coritiba, Bahia, Vitória, Santa Cruz, Criciúma, América-MG, Atlético-GO, entre outras.

Entre os seus feitos, conquistou o acesso para a Série A do Brasileiro comandando o América-MG em 2010. Em 2008 foi campeão brasileiro da Série C dirigindo o Atlético-GO.

Possui os títulos estaduais: potiguar, paraibano, alagoano, sergipano, goiano, pernambucano e brasiliense.

Foto: Site oficial da Portuguesa

Fonte: Site Oficial - Portuguesa.com.br

Estevam Soares é demitido!

FOTO: alchetron.com

Estevam Soares não é mais técnico da Portuguesa, a derrota sofrida neste último fim de semana para o Bangu foi um balde de água fria nas pretensões de acesso para a série D. A torcida da Lusa vinha pedindo a cabeça do técnico desde o fim do campeonato paulista, quando o clube passou de candidato à classificação para um time quase rebaixado na última rodada.

Nesta última passagem ele ficou no comando por 12 jogos, sendo cinco vitórias, um empate e 6 derrotas.

O técnico adotou um discurso e postura muito abaixo daquilo que a torcida esperava, o técnico sempre que indagado pela imprensa, não confirmava que o principal objetivo da Portuguesa no campeonato era  o acesso à Série D, o que causava a fúria da torcida da Portuguesa.