Copa Paulista: atletas de base ficarão fora de contagem para limite de inscritos

Fonte: Globo Esporte

A Copa Paulista, que começa na próxima sexta-feira, trará uma novidade na inscrição de atletas. Atualmente, cada equipe pode incluir apenas 28 atletas para o campeonato. No entanto, jogadores formados na base da equipe e que tiverem menos de 21 anos não serão incluídos nessa contagem. O modelo, caso tenha resultados positivos, pode ser adotado no Paulistão-2018.

Para que o atleta seja considerado da base, ele deve preencher alguns requisitos:

  • ter no mínimo 16 anos ou ter nascido até 1996
  • estar registrado pelo clube há no mínimo 18 meses
  • ter participado de competição de base em 2016 ou antes

Um dos criadores da medida é o ex-volante Mauro Silva, atual vice-presidente de Integração com Atletas da Federação Paulista de Futebol. Segundo ele, a medida visa incentivar investimentos na base por parte dos clubes. Este, segundo ele, seria, inclusive, um pedido feito pelos próprios clubes para ter mais opções no elenco.

Mauro Silva – São José dos Campos (Foto: Filipe Rodrigues)
  • A gente deve, provavelmente, usar no Campeonato Paulista. As melhores competições do mundo têm limite de inscrição de 25 atletas e a base liberada. Ao mesmo tempo que você ajuda o clube a liberar finanças, você os incentiva a ter boa categoria de base. É mais uma forma de mostrar que base não é despesa e sim investimento – disse Mauro Silva durante visita a São José dos Campos.

A Copa Paulista terá início nesta sexta-feira, 20h, com o duelo entre Taubaté x Juventus no estádio Joaquinzão. O torneio contará com 22 equipes e rende vaga para Copa do Brasil e Brasileiro da Série D. O campeão escolhe qual dos torneios pretende disputar, enquanto o vice fica com o campeonato restante.

O torneio, antes usado para que equipes não ficassem paradas no segundo semestre, ganhou em competitividade, com equipes investindo mais para brigar pelo título. São Paulo e Santos também jogam para dar rodagem a atletas da base e outros jogadores que não vêm tendo oportunidades no elenco principal.

  • Com essa novidade da vaga para a Série D, muitos clubes visualizam a possibilidade de subir para uma Série C, uma Série B e, além de ter um calendário anual, você ter uma receita muito maior. Isso incentiva os clubes a buscarem o título – afirmou.

Comentários

Fonte: Globo Esporte